As primeiras impressões de “Beautiful Boy”, estrelado por Timothée Chalamet

O Oscar pode ter acabado de acontecer no início de março, mas já estamos vivendo a temporada de premiação de 18-19. O Festival de Cannes se aproxima, e ele é um dos principais encarregados de entregar os grandes filmes da época. “Beautiful Boy“, da Amazon Studios pode ser um forte concorrente no próximo ano. O longa marca a estréia em inglês do diretor belga Felix Van Groeningen. O cineasta é mais conhecido por “Alabama Monroe“.

Beautiful Boy” é adaptado do livro biográfico de David Sheff, “Querido Menino“, que relata sua luta vendo seu filho, Nic, cair no vício da metanfetamina. Steve Carell interpreta David no filme, enquanto Timothée Chalamet está interpretando o filho viciado. Espera-se que o papel traga Chalamet de volta à frequentar os prêmios mais importantes em menos de um ano, depois que “Me Chame Pelo Seu Nome” lhe rendeu sua primeira indicação ao Oscar.

A Amazon perdeu as forças durante a corrida do Oscar no ano passado, com títulos como “A Melhor Escolha“, de Richard Linklater, e “Sem Fôlego“, de Todd Haynes, sendo negligenciados para indicações da Academia. O estúdio certamente espera se recuperar nesta temporada e recapturar o sucesso que teve com “Manchester à Beira-Mar“.

Beautiful Boy” por estrear em 12 de outubro em alguns cinemas selecionados talvez sua presença em Cannes não seja garantida, com isso o filme poderá frequentar o festival de Telluride ou Toronto, em setembro.

Marcus Barreto

Jornalista de bem com a vida, fã de esportes e cinema.