Produções brasileiras abrem o Festival de Sundance 2018

Começa nesta quinta-feira (18) mais uma edição do Festival de Sundance. O evento, que é referência para o cinema independente mundial, começará este ano com um ar mais canarinho realizando a exibição de dois filmes brasileiros.

Trata-se de “Benzinho“, do diretor Gustavo Pizzi. O longa aborda as relações familiares de Irene (Karine Sales), uma mãe de quatro filhos, casada com Klaus (Otávio Müller), que se desdobra para terminar os estudos, complementar a renda da casa e ajudar a irmã Sônia (Adriana Esteves). As emoções se intensificam quando o filho mais velho é convidado para jogar handebol na Alemanha.

Os dramas familiares também são o mote da outra produção brasileira exibida no Festival de Sundance 2018.Ferrugem“, do cineasta Aly Muritiba. A trama gira em torno de uma família problemática, que não costuma dialogar. Quando a mãe, Raquel (Clarissa Kiste), sai de casa, ninguém comenta o assunto. O pai, Davi (Enrique Diaz), fica com os adolescentes, que estudam no mesmo colégio e precisam enfrentar a exposição de uma foto íntima da menina, Tati (Tiffany Dopke), nas redes sociais.

As duas produções participarão da mostra, que é competitiva, e costuma revelar os destaques das produções independente mundo à fora. O Festival de Sundance acontece até 28 de janeiro, em Park City, localizado no estado americano de Utah.

Wedson Mesquita

Quase jornalista. Um projeto de Rogerinho do Ingá.