Festival de Veneza: “Roma”, de Alfonso Cuarón, vence o Leão de Ouro

Nesse sábado, 08 de outubro, o Festival de Veneza 2018 anunciou os vencedores de sua 75ª edição, com destaque indo para o drama semi-auto-biográfico “Roma”, de Alfonso Cuarón, que levou o maior prêmio, o Leão de Ouro, para casa.

Com produção da Netflix, “Roma” é uma obra de homenagem, que o diretor mexicano fez para uma antiga babá. Utilizando a memória afetiva como estrutura,  Cuarón montou um recorte sobre conflitos de raça, classe e a importância da mulher mexicana. Em preto e branco, o roteiro apresenta o México nos anos 70, com uma mulher de origem humilde cuidando dos filhos de uma família rica.

O Grande Prêmio do Júri congratulou “The Favourite”, novo longa-metragem do cineasta grego Yorgos Lanthimos (Dente Canino, O Lagosta, O Sacrifício do Cervo Sagrado). O filme retrata a época da coroa britânica sob o comando da Rainha Anne, no século XVIII. A intérpreta da rainha, Olivia Colman, conquistou o Copa Volpi sob o título de melhor atriz.

Jacques Audiard também foi felicitado com o prêmio de Melhor Direção, com “The Sisters Brothers”, um amálgamo que concentra no gênero do western sua grande construção narrativa, mas introduz o humor através de interações satíricas entre os atores John C. Reilly, Jake Gyllenhall e Joaquim Phoenix.

Ainda na Copa Volpi, Willem Dafoe conquistou o prêmio de Melhor Ator ao interpretar o pintor holandes Vincent Van Gogh no filme “At Eternity’s Gate”, dirigido pelo pintor Julian Schnabel.

Ethan e Joel Coen também saíram com um prêmio do 75º Festival de Veneza, onde o roteiro de “The Ballad Of Buster’s Scruggers” foi condecorado. O Prêmio Especial do Júri premiou “The Nightingale”, da diretora Jennifer Kent. Outro prêmio gerado pelo filme foi o de Melhor Ator Estreante, destinado ao ator de origem aborígene Baykali Ganambarr.

A crítica especializada, através da Fipresci (Federação Internacional de Críticos de Cinema), premiou “Sunset”, do húngaro László Nemes (O Filho de Saul).

Confira os principais vencedores da 75ª Edição do Festival de Veneza:

Filme: “Roma”, de Alfonso Cuarón

Grande prêmio do júri: “The Favourite”, de Yorgos Lanthimos

Prêmio especial do júri: “The Nightingale”, de Jennifer Kent

Direção: Jacques Audiard (“The Sisters Brothers”)

Ator: Willem Dafoe (“At Eternity’s Gate”)

Atriz: Olivia Colman (“The Favourite”)

Roteiro: Ethan e Joel Coen (“The Ballad of Buster Scruggs”)

Prêmio Marcelo Mastroianni (revelação): Baykali Ganambarr, de “The Nightingale”