Conheça os vencedores da 44ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo

Conheça os vencedores da 44ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo

Na última quarta-feira, 04 de novembro, foi realizada a entrega dos prêmios da 44ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo, no Bike in, área externa do Auditório Ibirapuera. Dois Prêmios Humanidade foram entregues na noite – um para os funcionários da Cinemateca Brasileira e outro para o documentarista Frederik Wiseman. Já o Prêmio Leon Cakoff foi entregue à produtora Sara Silveira. A solenidade, apresentada por Renata de Almeida e virtualmente por Serginho Groisman, contou com a presença do diretor Walter Salles, que recebeu o Prêmio da FIAF – Federação Internacional de Arquivos de Filmes, órgão que reúne cinematecas do mundo todo.


Veja abaixo a lista completa dos títulos premiados na 44ª Mostra!

Prêmio do Júri Internacional: O público da 44ª Mostra escolheu, entre os estrangeiros, “Não Há Mal Algum“, como melhor filme de ficção, e “Welcome to Chechnya“, como melhor documentário. Entre os brasileiros, “Chico Rei Entre Nós“, de Joyce Prado recebe o prêmio de melhor documentário e “Valentina“, dirigido por Cássio Pereira dos Santos o de melhor ficção.


Prêmio da Crítica: A imprensa especializada que cobre o evento e tradicionalmente confere o Prêmio da Crítica, também participou da premiação elegendo “Glauber, Claro“, de César Meneghetti como o melhor filme brasileiro e o moçambicano “Mosquito“, de João Nunes Pinto como o melhor entre os estrangeiros.


Prêmio da ABRACCINE: A Abraccine – Associação Brasileira de Críticos de Cinema também realiza tradicionalmente uma premiação que escolheu o melhor filme brasileiro entre os realizados por diretores estreantes. Neste ano, o eleito foi o longa “Êxtase“, de Moara Passoni.

O filme foi escolhido pela inventividade com que equilibra o corpo fílmico e o corpo físico, trazendo novas texturas para um tema raro no cinema brasileiro e ampliando as possibilidades do documentário.


Prêmio Projeto Paradiso: Todos os diretores que tiveram títulos selecionados para a Mostra Brasil poderiam inscrever um novo projeto para concorrer a um prêmio oferecido pelo Projeto Paradiso, uma iniciativa do Instituto Olga Rabinovich. A bolsa, no valor de R$30 mil, é destinada ao roteirista do projeto em fase de desenvolvimento e inclui ainda mentorias, coaching para o produtor, workshop de audiência e participação em mercados internacionais.

O projeto premiado neste ano foi “Neuros“, de Guilherme Coelho.


Prêmio do Público: O público da 44ª Mostra escolheu, entre os estrangeiros, “Não Há Mal Algum” , como melhor filme de ficção, e “Welcome to Chechnya“, como melhor documentário. Entre os brasileiros, “Chico Rei Entre Nós“, dirigido por Joyce Prado recebe o prêmio de melhor documentário e “Valentina“, de Cássio Pereira dos Santos o de melhor ficção.

A escolha do público é feita por votação. A cada título assistido, o espectador recebia da Mostra Play uma mensagem indicando como votar em uma escala de 1 a 5, sempre ao final do filme. O resultado proporcional dos títulos com maiores pontuações determinou os vencedores.

ARTIGOS RELACIONADOS