Criação artística de Acidum Project ilustra capa do novo álbum do pianista pernambucano Amaro Freitas

Criação artística de Acidum Project ilustra capa do novo álbum do pianista pernambucano Amaro Freitas

O Acidum Project, dos cearenses Terezadequinta e Robézio, assina o projeto visual da capa do álbum Sankofa, terceiro disco do pianista pernambucano internacionalmente aplaudido, Amaro Freitas. A edição digital e o LP chegam ao mercado fonográfico no dia 25 de junho. O trabalho de obra de arte feito inicialmente em tela, na casa-ateliê do Acidum, mergulhou no mito da tradição africana Sankofa, representado por um pássaro que caminha com a cabeça voltada à cauda, simbolizando o ato de “retornar ao passado, ressignificar o presente e construir o futuro”.

O disco todo é uma busca espiritual por histórias esquecidas, filosofias antigas e figuras inspiradoras do Brasil Negro. “Temos um refúgio, lugar de moradia e trabalho, e imersos principalmente na vivência dos últimos meses, fizemos uma pintura em tela primeiro. Assim, criamos a partir do desdobramento que o projeto apresentou, o retorno às raízes para realizar a potência do futuro”, explica Robézio.

Tereza e Robézio trabalharam nos últimos dois anos com o multi-instrumentista Amaro Freitas e sobre a inspiração para esse projeto Terezadequinta comenta: “Temos um livro de estamparia africana sobre os conhecimentos Sankofa, o interesse nessa cultura já existia em nós. Tudo que nos toca nos inspira, a vida em si, erros e acertos, e principalmente observar obras de outros artistas”.

O lançamento do pianista Amaro Freitas, com sua trajetória da periferia do Recife à ícone internacional do jazz, é uma reestreia não somente do jazz que faz dançar com frevo, baião e outras riquezas dos ritmos nordestinos, mas também embala a circulação da arte cearense, representada pelo Acidum e seu trabalho de arte visual reconhecido mundialmente.

Há 15 anos o coletivo Acidum Project apresenta suas obras de arte no Ceará e no mundo. O trabalho do Acidum é conhecido na cena da arte urbana pela capacidade de transitar numa produção contemporânea, em ruas, museus e galerias, e pelo repertório carregado de símbolos, seres obscuros, propagandas insanas, lendas urbanas, grafias desordenadas, cenários entorpecedores.

O Duo Terezadequinta e Robézio assina obras de design, fotografia, graffiti, lambe-lambe, stencil e tatuagens. As artes em grandes escalas, murais em paredões e prédios, são suas facetas mais conhecidas. Por essa expressão são convidados por festivais, embaixadas e projetos, para atuar em intercâmbios em locais como França, Alemanha, Canadá, Cabo Verde, EUA. Na nossa cidade quem passeia pelo Centro, Leste-Oeste, Praia de Iracema, Praia do futuro e Bom Jardim, encontra os murais, em lugares muitas vezes reconhecidos como áreas estéreis. Inclusive, o Acidum subverte essa noção de áreas acessíveis ou inabitadas.

Eles idealizaram e coordenam o Festival Além da Rua de Arte e Conexões, que promoveu a primeira exposição de artistas nacionais e internacionais com pinturas de velas, realizado na praia do Pecém e em expansão para outros pontos do litoral cearense. “Nosso objetivo é ampliar possibilidades poéticas de atuação, na arquitetura ou explorando campos de visualização e trânsito dos lugares, como em velas de barcos, parte do cenário à beira mar”, explica Robézio.


Capa do álbum “Sankofa”, por Acidum Project


ARTIGOS RELACIONADOS