Direção de Helena Hilario e Mario Pece, curta-metragem “Umbrella”, entra na corrida pelo Oscar

Direção de Helena Hilario e Mario Pece, curta-metragem “Umbrella”, entra na corrida pelo Oscar

Recheada de mensagens de esperança e empatia, o curta-metragem brasileiro de animação “Umbrella”, de Helena Hilario e Mario Pece, é a primeira produção nacional do gênero a entrar na corrida pelo Oscar. Mas antes mesmo de atingir essa marca, o filme independente já tinha feito história no audiovisual do país ao ser selecionado em 19 festivais que qualificam para a disputa por um lugar no prêmio da Academia.

Aqui está a sinopse oficial: Inspirado em uma situação vivenciada pela irmã da diretora, o curta de animação nos apresenta a história de Joseph – um menino que vive em um orfanato e, por memórias afetivas, sonha em ter um guarda-chuva amarelo. O encontro com uma jovem garota que acompanha a mãe até o local para fazer doações, nos faz refletir sobre a importância de observar, escutar e sempre se colocar no lugar do outro.

“Estamos muito felizes e honrados pelo reconhecimento do nosso trabalho nos mais importantes e prestigiados festivais de cinema do mundo. A trajetória para produzir o projeto não foi fácil, mas nos enche de orgulho olhar cada pedacinho da história do “Umbrella” e trazer esse reconhecimento para o mercado de animação brasileiro”, comenta Helena. “O curta tem chances de ser o primeiro curta de animação brasileiro da história a chegar ao Oscar”, diz ela.

Helena Hilário e Mario Pece assinam o roteiro e a direção da animação, que tem produção do estúdio criativo Stratostorm. O projeto foi escrito em dezembro de 2011 e ganhou vida e carreia em 2019. Entre os festivais de destaque que a animação já passou estão: Tribeca, Cinequest, Chicago International Film Festival, Calgary International Film Festival, Animayo, entre outros.

 


Assista ao trailer!

ARTIGOS RELACIONADOS