“Klondike: A Guerra na Ucrânia”, de Maryna Er Gorbach tem estreia nos cinemas adiada para maio

“Klondike: A Guerra na Ucrânia”, de  Maryna Er Gorbach tem estreia nos cinemas adiada para maio

São poucos os filmes que casam com atual momento da realidade como “Klondike: A Guerra na Ucrânia“, de Maryna Er Gorbach, ganhadora do Prêmio de Direção para filmes estrangeiros. O longa, que também levou o Prêmio do Júri Ecumênico, no Festival de Berlim deste ano, tem como cenário a fronteira entre Ucrânia e Rússia, e aborda os conflitos na região a partir do ponto de vista dos ucranianos. o longa teve estreia nos cinemas brasileiros adiada para 5 de maio.

Embora a trama seja situada em 2014, seus eventos reverberam até hoje com a guerra na Ucrânia em andamento. No filme, Irka (Oksana Cherkashyna) e Tolik (Sergey Shadrin) vivem em Donetsk, nas proximidades da fronteira entre o país e a Rússia, um território em disputa no começo da Guerra em Donbas. O casal aguarda o nascimento do primeiro filho, quando é abatido por mísseis o avião de um voo civil, que cai na região, matando quase 300 pessoas, o que só fez aumentar a tensão e deixando um rastro de tristeza e luto.

A diretora, que também assina o roteiro e a montagem, destaca o papel fundamental das mulheres na resistência ao conflito, e, por isso, o longa é dedicado a elas. Vale lembrar que “Klondike: A Guerra na Ucrânia” teve estreia nos cinemas brasileiros adiada para 5 de maio.

ARTIGOS RELACIONADOS