Nova revista digital propõe a valorização da fotografia no cinema brasileiro

Nova revista digital propõe a valorização da fotografia no cinema brasileiro

Iris é a primeira revista dedicada à fotografia no cinema brasileiro. Com aprofundamento técnico e tom pessoal, os textos reunidos em cada edição são depoimentos de fotógrafas e fotógrafos que descrevem seus processos criativos e métodos de trabalho nos sets de filmagem, apresentados ao lado de um rico acervo de imagens associado a um design sofisticado. Voltada para o público em geral e para profissionais do setor audiovisual, é uma publicação digital que preenche uma lacuna e atende a uma carência de intercâmbio de informações sentida na produção cinematográfica nacional. Todo o conteúdo é gratuito e está disponível na internet no site oficial.

Criada pelos diretores de fotografia Azul Serra (“Aos Teus Olhos”, “Turma da Mônica – Laços”, “Boca Boca”), Pedro Sotero (“Bacurau”, “Aquarius”, “Segunda Chamada – Temporada 2”) e Rafael Nobre (“Mataram Meu Irmão”, “Hamlet”), também compõem o corpo editorial o jornalista Julio Cavani, a coordenadora Camila Prisco Paraiso, o designer gráfico e programador João Bosco, e João Pedro Gibran e Renato Groberman, responsáveis pelas mídias sociais e pelo podcast.

Iris é um projeto editorial dedicado à reflexão sobre a criação cinematográfica. Além de valorizar filmes da safra atual que se destacam pela fotografia, a revista também tem um papel de registro histórico, de estudo e de compartilhamento de conhecimentos, experimentos e vivências. Cada edição trimestral apresenta seis relatos de diretoras e diretores de fotografia atuantes em longas-metragens de ficção, séries, curtas-metragens, documentários, comerciais e videoclipes, além de matérias especiais e conteúdo-extra veiculados nas redes sociais e em um podcast. Os textos são acompanhados por frames, fotos de still, making of, infográficos, mapas de luz, vídeos, material bruto e outros recursos visuais interativos.

Diante da escassez de conteúdo técnico e artística sobre a cinematografia brasileira, a Iris Cinematografia brasileira é uma fonte de inspiração e também uma vitrine para os profissionais, já que as edições são disponibilizadas em três línguas – português, inglês e espanhol.

ARTIGOS RELACIONADOS