Oscar 2019: As curiosidades e os esnobados da edição

Todo começo de ano fica marcado pelas premiações que estão encarregadas de agraciar os melhores filmes. Como não é nenhuma novidade, o Oscar é a principal premiação de todas. Todos que estão envolvidos na industria desejam a estatueta que a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas tem a oferecer.

No último dia 22, terça-feira, foram anunciados os indicados a 91ª edição da premiação. Assim como fizemos na edição do ano passado, decidimos repetir a dose, trazendo algumas curiosidades sobre os indicados! Além disso, também vamos comentar, em nossa concepção, alguns nomes que acabaram sendo esnobados pela senhora Academia de Hollywood. Vamos lá?


Para começar, o que logo nos vem em mente é conferir quem levou o maior número de indicações. Esse título terminou empatado entre “Roma“, de Alfonson Cuarón e “A Favorita“, de Yorgos Lanthimos, ambos foram nomeados dez vezes, inclusive na principal categoria, a de Melhor Filme. “Vice” recebeu oito indicações e também concorre para melhor longa. Podemos dizer que mesmo não levando o maior numero de nomeações, “Pantera Negra” conseguiu comparecer em sete diferentes categorias e se tornou o primeiro filme de super-heróis a concorrer como melhor filme, porém, seu diretor, Ryan Coogler passou bem longe de ser indicado como Melhor Diretor, tem como entender?

Depois de conquistar o prêmio de Melhor Filme de 2016 por “Moonlight“, todos os olhos estavam voltados para Barry Jenkins com o seu “Se a Rua Beale Falasse“, bem, infelizmente o filme não foi indicado a Melhor Longa, a projeção de Jenkins teve apenas três indicações, foram elas: Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Trilha e Melhor Atriz Coadjuvante (Regina King). Existem boatos que a produtora do filme, a Annapurna Pictures decidiu não levar o filme para o festival de cinema de Telluride, onde membros influentes da Academia costumam frequentar.

“Se a Rua Beale Falasse”

Recentemente escrevemos uma listinha sobre atores que se tornaram diretores nessa ultima temporada. Nessa lista, há dois nomes que foram ignorados na categoria de Melhor Diretor, Paul Dano e Bradley Cooper. “Vida Selvagem“, de Dano está longe de ser um longa popular, mas Bradley Cooper dirigiu nada mais nada menos do que um dos filmes mais aclamados da temporada, “Nasce Uma Estrela“, lógico, o filme está sendo contemplado e foi agraciado com oito indicações. Mas nenhuma dessas oito ser a de ‘melhor diretor’, que estranho, não? Podemos presenciar algo similar ao que aconteceu com Ben Affleck em 2013, “Argo“, dirigido por Affleck ganhou o premio de melhor filme, mas seu diretor nem se quer foi indicado.

Ano após ano uma categoria que não merece ser questionada é a de melhor filme estrangeiro, bem, não merecia ser questionada até chegar essa temporada 2018/2019. O filme sul-coreano, “Em Chamas“, de Lee Chang-dong foi ignorado. Se serve de consolo, “Guerra Fria“, de Pawel Pawlikowski, recebeu de três indicações: Melhor Fotografia, Melhor Direção e Melhor Longa Estrangeiro.

“Em Chamas”

Chegada a hora de falar de atores e atrizes não indicados. Nicole Kidman já foi uma vencedora e já teve outras quatro indicações, nessa temporada esteve presente em dois filmes, “Destroyer” e “Boy Erased“. Infelizmente nenhum dos dois filmes não colou para críticos e bilheteria. Para Kidman, ficam dois bons projetos para sua carreira. Toni Colette, Carey Mulligan, Ethan Hawke, Timothée Chalamet e até mesmo John David Washington que é o protagonista de “Infiltrado na Klan” ficaram de fora para indicações como melhor atriz e ator. Porém, uma surpresa é o nome de Willem Dafoe como melhor ator. Dafoe foi ignorado no SAG, mas conseguiu sua quarta indicação por interpretar o icônico Vincent Van Gogh em “No Portal da Eternidade“.

Se pensarmos no roteiro de filmes como “Taxi Driver“, “Touro Indomável” e “A Última Tentação de Cristo“, podemos chegar a conclusão que o roteirista desses projetos deve ter uma coleção de estatuetas do Oscar, mas não. Tendo trabalhado na indústria por cinco décadas, Paul Schrader não tinha uma indicação se quer em sua carreira. Porém, nem só de injustiças o Oscar é feito. Schrader, depois desse longo tempo de dedicação ao trabalho, conseguiu ser nomeado pela primeira vez como Melhor Roteiro por “First Reformed“.

Falando de “First Reformed“, a produtora encarregada pelo o longa, a A24, vinha tendo presença garantida desde 2016 na principal categoria. Em 2016 o estúdio foi indicado por “O Quarto de Jack“, em 2017 foi indicada e levou o prêmio por “Moonlight” e ano passado marcou presença através de “Lady Bird“.

“First Reformed”

Para finalizarmos, infelizmente temos que bater na mesma tecla todos os anos. Na edição passada com a indicação de Greta Gerwig pensamos que o cenário poderia mudar para as cineastas femininas. Bem, cá estamos nós em uma nova edição e parece que a indicação da Greta foi uma exceção. Nenhuma cineasta foi indicada na categoria Melhor Diretor esse ano. Nenhum dos oito filmes indicados a Melhor Filme são dirigidos por uma mulher. Os únicos projetos comandados por mulheres foram “Poderia Me Perdoar?“, “Duas Rainhas” e “Cafarnaum“. O primeiro, é dirigido por Marielle Heller, e foi lembrado na categoria de melhor roteiro adaptado, no qual foi escrito por Nicole Holofcener. Já o segundo, de Josie Rourke, foi indicado como melhor figurino e melhor maquiagem e cabelo. “Cafarnaum”, de Nadine Labaki, concorre como melhor filme estrangeiro.

Nesse último ano tivemos bons filmes dirigidos por mulheres como: “Destroyer”, de Karyn Kusama “Leave No Trace”, de Deborah Granik, “The Rider”, de Chloé Zhao. E Talvez, o nome de Lynne Ramsay por dirigir “Você Nunca Esteve Realmente Aqui”,  seria o nome feminino mais forte para ser indicado ao Oscar, seu longa conquistou a Palma de Ouro em Cannes em 2017, porém entrou em circuito no ano passado.

Essas foram algumas das curiosidades que cercam essa edição do Oscar. A cerimônia ocorre no dia 24 de fevereiro, no Teatro Dolby de Hollywood. Como de costume a TNT será encarregada de transmitir a premiação na íntegra.





Marcus Barreto

Jornalista de bem com a vida, fã de esportes e cinema.

Online Shopping in BangladeshCheap Hotels in Bangladesh