Netflix divulga o primeiro trailer de “O Rei”, dirigido por David Michôd

A Netflix divulgou hoje, 27, o primeiro trailer de “O Rei“, dirigido por David Michôd. Infelizmente o serviço de streaming não definiu uma data de lançamento para o longa.

Descontente com a realeza, o príncipe herdeiro Hal (Timothée Chalamet) decide viver entre os plebeus. Mas, com a morte de seu pai tirano e coroado Rei Henrique V da Inglaterra, ele é forçado a retornar para o mundo que havia deixado para trás. Agora, o jovem rei precisará lidar com as pressões políticas e o legado de guerra deixado por seu pai ao mesmo tempo em que enfrenta suas próprias questões emocionais, como a relação com seu amigo e mentor, o cavaleiro alcoólatra John Falstaff (Joel Edgerton).

O Roteiro do longa também pertence a Michôd, mas conta com a colaboração de Edgerton. “O Rei” é estrelado por Sean Harris, Ben Mendelsohn, Robert Pattinson e Lily-Rose Depp.

Vale lembrar que “O Rei” está programado para ter sua estréia mundial no Festival de Veneza em 2 de setembro.


Assista ao trailer!

“The Irishman”, de Martin Scorsese, não será exibido em Cannes

A Variety confirmou hoje, dia 18, que a Netflix irá ignorar pelo o segundo ano consecutivo o Festival de Cannes. A atitude significa que títulos como “The Irishman“, de Martin Scorsese, “The Laundromat“, de Steven Soderbergh, “The King“, de David Michod e “Uncut Gems“, dos irmãos Safdie não estreiam em Cannes. Possivelmente essas projeções terão suas estreias nos festivais que acontecem na segunda metade do ano. 

The Irishman“, de Scorsese, estrelado por Robert De Niro e Al Pacino, seria facilmente o título mais atraente nessa edição de Cannes, mas a Variety relata que o filme não estaria pronto para estrear em maio, mesmo que a Netflix resolvesse está presente no festival.

O diretor do evento, Thierry Fremaux, procurou Scorsese nos últimos meses para encontrar uma maneira de trazer “The Irishman” para Cannes, para que o festival pudesse evitar perder outro grande título, como perdeu “Roma“, de Alfonso Cuarón.

Scorsese tem uma história rica em Cannes, tendo ganho a Palma de Ouro por “Taxi Driver“. O diretor já exibiu material inacabado no evento – uma prévia de 20 minutos de “Gangues de Nova York“, exibido na edição de 2002.  Com o extenso trabalho de efeitos visuais que existe em “The Irishman“, significa que a aposta de estreia mais segura para o longa seria no Festival de Veneza, que acontece no final de agosto.

A rixa entre Netflix e Cannes começou em 2017, depois de dois títulos do serviço de streaming, “Okja” e “Os Meyerowitz: Família Não Se Escolhe“, chegaram a competir pela Palma de Ouro. A decisão ultrajou os expositores franceses, que não concordam com à estratégia de lançamento da Netflix. A janela de estreia de filmes na França são de três anos (o que significa que os filmes só podem ser transmitidos online três anos depois de estrear nos cinemas). A pressão dos expositores levou Cannes a introduzir uma regra para o festival de 2018, de que qualquer filme em competição teria que ter uma estreia francesa.

A Netflix atende a cinco milhões de assinantes na França e não tem interesse em atrasar filmes para atender a janela de estreia de três anos. A regra não proibiu a participação da Netflix no festival, mas veta qualquer filme da empresa a disputar na mostra competitiva. Nesse caso, a empresa de serviço de streaming decidiu retirar todas as suas projeções de Cannes como uma resposta à regra.

O Festival de Cannes de 2019 acontece entre os dias 14 e 25 de maio. “The Irishman“, de Martin Scorsese, estreia na Netflix em breve.

Online Shopping in BangladeshCheap Hotels in Bangladesh